Projeto Escutadô equipamento coleta sons e cria algoritmos ambientais para monitorar semiárido - Fitec Tec News

Projeto Escutadô: equipamento coleta sons e cria algoritmos ambientais para monitorar semiárido

Escutadô. Este é o nome do sistema que usa a Inteligência Artificial (IA) para avaliar as condições de degradação ambiental no semiárido brasileiro, com base em informações acústicas da paisagem. A ideia é desenvolvida em parceria com a Universidade Federal Rural do Semi-Árido (UFERSA), a Associação de Meliponicultores e Meliponicultoras Potiguar (Amep) e com a Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) e o Brazilian Institute of Data Science (Bi0s). Apoiado pela Fundação para Inovações Tecnológicas(FITec), um Instituto de Ciência e Tecnologia (ICT) privado sem fins lucrativos, com unidades em Campinas, SP, São José dos Campos, SP, Belo Horizonte, MG, Recife, PE, e Manaus, AM, o Escutadô conta com recursos da Financiadora de Estudos e Projetos (Finep). “Por meio do sistema, verificaremos a vocalização da diversidade dos animais, por exemplo, e se

Especialistas apontam que Sustentabilidade e Inteligência Artificial podem andar juntas - Fitec Tec News

Especialistas apontam que Sustentabilidade e Inteligência Artificial podem andar juntas

É fato: hoje não podemos mais desvincular a importância da tecnologia, em especial a realidade da Inteligência Artificial, em nossas rotinas. Seja para o bem, seja para o mal, devemos ter em mente que a IA vai conviver conosco e uma das benesses é a aplicabilidade dela para ações de sustentabilidade e transformação digital. É o que aponta o relatório 'Como a IA pode possibilitar um futuro sustentável', encomendado pela Microsoft, mostrando que a IA pode reduzir os gases de efeito estufa de 4% a 16% até 2030. Para Facundo Armas, gerente sênior de Negócios Sustentáveis da Globant, empresa nativa digital, esse recurso pode desempenhar um papel fundamental para impulsionar projetos assertivos e sustentáveis, sem subtrair os interesses econômicos das organizações.   Inteligência Artificial e sustentabilidade   “Entre os principais

Energy Command Center prepara empresas para a transição energética - Fitec Tec News

Energy Command Center prepara empresas para a transição energética

A Schneider Electric, especializada em transformação digital da gestão de energia e automação, e a Capgemini, fornecedora de serviços de transformação de negócios e tecnologia, estão mais do que preparadas para a transição energética e lançaram recentemente o Energy Command Center, projetado para auxiliar organizações a acelerar sua jornada rumo a uma gestão de instalações mais inteligente e sustentável e à eficiência energética. Segundo informações, o Energy Command Center foi desenvolvido pela Capgemini e alimentado pela Schneider Electric, e combina Inteligência Artificial (IA) avançada, lógica e algoritmos de aprendizado de máquina e tecnologias de Internet das Coisas (IoT) para medir e prever diversas métricas, como intensidade energética, saúde dos ativos críticos, geração de energia renovável e desempenho geral de todos os ativos energéticos.   Desafios da transição energética   “Enfrentar